Blog do Instituto VIVA

O que é bursite trocanteriana?

18 de junho de 2019

É uma inflamação da bursa, tecido sinovial localizado na região lateral do quadril. A bursa trocanteriana é uma bolsa (espécie de almofada) que serve para proteger o trocanter maior do fêmur, parte mais proeminente do osso do atrito ocasionado pelos tendões dos músculos abdutores do quadril, principalmente o glúteo médio (Figura 1).

image

Figura 1 – Bursa trocanteriana. Fonte.

A inflamação causa dor na região lateral da coxa que pode ser irradiada para a parte posterior (nádega), para a região lateral da coxa até o joelho e para a parte interna da coxa (Figura 2).

image

Figura 2 – Padrão de irradiação da dor na bursite trocanteriana. Fonte.

A bursite trocanteriana causa sintomas similares aos de outras condições patológicas com a osteoartrite do quadril e dores de origem lombar. A causa mais frequente é a lesão do tendão e/ou do músculo glúteo médio. É mais comum em mulheres e pessoas mais velhas. Também, pode ser vista em pessoas que fizeram artroplastia de quadril (prótese de quadril), como uma complicação da cirurgia.

Causas mais frequentes

  1. Trauma na região do quadril por queda e impacto direto no quadril
  2. Permanecer em decúbito lateral por longos períodos
  3. Traumas de repetição ou uso excessivo: corrida, escaladas ou permanecer de pé por longos períodos
  4. Má postura e/ou mecânica corporal inadequada
  5. Diferença de comprimento dos membros inferiores
  6. Escolioses ou outras alterações da coluna vertebral
  7. Osteoartrite do quadril
  8. Cirurgia de quadril previa
  9. Formato ginecoide do quadril (quadril mais largo visto nas mulheres).

Principais queixas/sintomas

  1. Sensação de pressão sobre o quadril
  2. Dor à marcha, escadas ou rampas
  3. Dor quando deita sobre o quadril
  4. Dor ao levantar-se
  5. Dor saindo do automóvel

Diagnóstico

A história da doença, exame físico e exames de imagem (ultrassonografia e ressonância nuclear magnética – Figura 3) fazem o diagnóstico. Os exames de imagem podem mostrar outras lesões associadas e melhoram a indicação do tratamento.

image

Figura 3 – Ressonância magnética do quadril mostrando bursite trocanteriana do lado esquerdo. Fonte.

Tratamento

  1. Repouso relativo e redução das atividades esportivas
  2. Crioterapia local
  3. Analgésicos e antinflamatórios não esteroides
  4. Uso de corticosteroides injetáveis
  5. Terapia por ondas de choque
  6. Infiltração local com corticosteroides
  7. Exercícios para melhora da flexibilidade (Figura 4), fortalecimento (Figura 5) e correção das alterações posturais (Figura 6).
  8. Controle de peso e hábitos saudáveis de vida

image

Figura 4 – Exercícios de Alongamento. Fonte.

image

Figura 5 – Exercícios de Fortalecimento. Fonte.

image

Figura 6 – Boa postura na posição sentada. Fonte.

Em casos muito resistentes, a cirurgia pode ser indicada para a ressecção da bursa trocantérica, mas é um procedimento que raramente é realizado.

Na próxima publicação falaremos sobre a síndrome do túnel do carpo.


Júlia Maria D'Andréa Greve

Blog mantido por Júlia Maria D'Andréa Greve, Professora Associada da Faculdade de Medicina da USP e Diretora do Instituto Viva Saúde & Fitness. Você pode segui-la no Twitter.  Se preferir, cadastre abaixo o seu endereço de e-mail para ser avisado das novidades.